Manuel Heitor pode, quer e manda

Manuel Heitor: “Vamos tornar Santa Maria uma ilha 100% espacial – dn_insider
25 de Novembro de 2018

Depois, vamos iniciar até maio de 2019 a fase de seleção e instalação do novo centro em Santa Maria e, em 2021, vamos mesmo ter lançamento de satélites.

É esta a frase marcante deste artigo e a que resume perfeitamente o tratamento dado pelo Governo da República, e, em particular, pelo ministro Manuel Heitor relativamente ao projeto de construção e operação de um porto espacial na nossa ilha. Vai mesmo acontecer, porque é importante para Portugal. Parece que terá sido em conta o impacto ambiental à ilha? Já há algum estudo de impacto sócio-económico realizado? O ministro Manuel Heitor, já cá esteve, já falou com os seus representantes sobre as suas expectativas relativamente a este projeto?
A certeza inerente a esta entrevista é bastante clara, não é relevante o impacto que terá sobre a ilha a vários níveis, apenas interessa como contribui naquilo que Manuel Heitor encarou como sendo um desígnio para o seu mandado.

Sobre Santa Maria, vai beneficiar muito com o lançamento de satélites, depois de já ter estações de monitorização de satélites da ESA(agência europeia). Temos a ambição de transformar Santa Maria numa ilha verdadeiramente especial.

No entanto, há que manter a ilusão sem grande comprometimento. Vamos beneficiar muito, tal como beneficiámos pela presença da estação de monitorização de satélites da ESA? Bom, então não é preciso dizer muito mais.

Estamos perante um ocupação selvagem do nosso território, um tudo-nossismo claro e desavergonhado. O Governo Regional segue atoleimado perante uma sequência de ações que já vêm acontecendo há dois anos, negando a sua evidência quando confrontado e, atualmente, tenta aparentar estar ao corrente e ser um player, quando é tão espectador a este processo quanto os que foi eleito para representar.

À ilha que Manuel Heitor pretende transformar em 100% espacial, que percentagem vai sobrar para os outros sectores? Seremos ainda uma ilha com História, com Cultura, com tradições únicas, com gentes do melhor que há nos Açores, ou seremos só um calhau no meio do oceano onde dá para fazer mais dinheiro a mandar foguetões?

O tempo dirá qual será a reação dos únicos que sentirão os aspetos negativos deste projeto – os marienses. Já não podemos simplesmente esperar para ver, esperar que por magia esta questão desapareça e que retomemos o poder sobre a nossa terra. É preciso erguer a voz e relembrar que vive cá gente.

Um pensamento sobre “Manuel Heitor pode, quer e manda

  1. Pingback: A olhar para o balão – Santa Espaço Maria

Os comentários estão fechados.