O spaceport está cegando

As informações sobre o progresso do spaceport de Malbusca são cada vez mais esparsas tendo havido por isso grande expectativa relativamente à visita estatutária do Governo Regional dos Açores à ilha de Santa Maria que decorreu entre os dias 2 e 4 de Março. O programa da visita já indiciava que o assunto não seria abordado, e o comunicado do Governo no dia de ontem assim o confirmou, mas para os marienses, usando a eloquência micaelense de Vasco Cordeiro, o assunto continua cegando, e muito embora até os mais crentes já desconfiem da sua concretização, uma questão que tanta polémica deu, não poderá cair em esquecimento sem que haja uma resposta cabal dos ainda governantes açorianos sobre o seu desfecho.

Continue a ler “O spaceport está cegando”

A insustentável irrelevância da Portugal Space e AIRCenter

É este visual provérbio popular que me ocorre ao recordar o recente anúncio da criação da agência espacial portuguesa, ou como originalmente lhe chamaram, a Portugal Space. Notícia do Público a 21 de Dezembro.

A Agência Espacial Portuguesa vai ser legalmente criada no início do próximo ano e terá sede nos Açores, na ilha de Santa Maria, onde se pretende instalar uma base para lançar pequenos satélites.

PÁRA TUDO! A sede vai ser em Santa Maria? Aí estão afinal as contrapartidas para a ilha que terá que levar com o porto espacial. De facto, como soundbyte tem muito mérito, contudo é inevitável a desilusão quando se troca por miúdos. Continue a ler “A insustentável irrelevância da Portugal Space e AIRCenter”

Turismo certificado pela Natureza ou pela Agência Espacial Portuguesa?

Carlos Rodrigues, Presidente da Câmara de Vila do Porto revelou recentemente que, no decorrer deste ano, o município se propõe promover um Encontro-reflexão sobre o turismo na ilha de Santa Maria. O louvável e muito oportuno evento tem como finalidade principal “reunir sinergias entre entidades e agentes locais e regionais na reflexão sobre o estado do Turismo na ilha, bem como os desafios futuros da área”.

Não deixa de ser por isso curiosa esta intervenção perante a RTP Açores do nosso estimado Presidente ao revelar total receptividade da autarquia aos projetos espaciais, inclusivé, ao infame porto espacial de Malbusca. Ao mesmo tempo que se propõe uma reflexão sobre o Turismo em Santa Maria, diz-se perante as câmeras que “temos que pensar no futuro, é preciso que venham coisas novas, o que nós temos é muito pouco”. Ora é bem sabido que a autarquia desconhece totalmente o potencial turístico da ilha, basta ver que, ano após ano, aloca os fundos para promoção turística da ilha para divulgação dos festivais Maré de Agosto e Santa Maria Blues. Excelentes iniciativas que devem ser acarinhadas pela autarquia, mas que pouco contribuem para publicitar as nossas mais-valias a nível turístico.

Continue a ler “Turismo certificado pela Natureza ou pela Agência Espacial Portuguesa?”