Stratolaunch voou pela primeira vez

Lançamentos horizontais vs lançamentos verticais

No passado dia 13 de Abril, a Internet foi invadida por um vídeo de aparente ficção científica ao mostrar o baptismo de voo de um avião “estranho”: o Toc da Stratolaunch Systemas, o maior avião do mundo ao nível do comprimento de asa.

Continue a ler “Lançamentos horizontais vs lançamentos verticais”

O que dizem os representantes das empresas

Finalmente podemos ver e ouvir sobre o já famoso Atlantic International Satellite Launch Programme sem o “filtro” história da Disney com o qual temos vindo a ser presenteados pela imprensa nacional. Se do evento Portugal Space 2030 promovido pela ESA BIC (Business Incubation Centre) amplamente divulgado on-line (com direito a publicidade paga no Facebook e tudo), a imprensa apenas espremeu o anúncio da Portugal Space – agência espacial portuguesa, talvez não tenham estado atentos ao nível de amadorismo e falta de preparação revelado neste vídeo a partir do minuto 35′ (pode ver-se anteriormente a intervenção de Gui Menezes, mas ignoremos momentos ainda mais constrangedores e passemos diretamente ao que interessa): Continue a ler “O que dizem os representantes das empresas”

Os eleitos para a segunda fase

Comunicado FCT para resultados da primeira fase

No dia 8 de Dezembro a FCT comunicou os resultados relativos à primeira fase do concurso Atlantic International Satellite Launch Programme.

Desse comunicado, fala-se em cinco consórcios que passam à segunda fase, sem qualquer surpresa face a interesses já revelados anteriormente: Continue a ler “Os eleitos para a segunda fase”

Porto espacial na Escócia em risco

The Scotland Herald – Bid to bring spaceport to Scotland under threat due to crofters’ disput

Este é o tal projeto de porto espacial que disputa connosco o sítio de eleição da Orbex Space para lançar o seu Prime . Têm feito umas sopas do império e vendido umas rifas para ver se depois têm algo para mostrar, mas a verdade é que ainda ninguém o viu. Mas adiante, é aquele de que dizem bastar haver uma área de segurança de 1,3Km, que coincide exactamente com o maior aglomerado populacional de Malbusca. Como foram aqueles engenheiros calafonas desenvolver um veículo espacial que encaixa ali à medida das necessidades de segurança? Coincidências. Continue a ler “Porto espacial na Escócia em risco”